Ansiedade causa queda de cabelo? Saiba mais sobre o tema

27/07/2021

Comentários

Mulher preocupada com ansiedade. Ansiedade pode provocar queda do cabelo

Mudança na rotina, estresse no trabalho, falta de sono, picos de ansiedade, alimentação irregular… Tudo isso impacta – e muito – na nossa saúde na totalidade, incluindo a pele e os cabelos. A ansiedade causa queda de cabelo, o que também é possível de acontecer em situações de estresse. E não fica só aí: entre os problemas capilares causados pela ansiedade e o estresse também estão a caspa e a dermatite seborreica.

Por que ansiedade causa queda de cabelo?

 

Você já notou que em certas épocas do ano os cabelos caem mais rápido e em maior quantidade? Isso é uma fase normal do ciclo de vida do fio, chamada eflúvio telógeno. Em condições normais, essa aceleração elimina os fios que já estão na sua terceira fase de vida, a fase telógena, em que os fios ficam em repouso até o momento de abrir caminho para um novo fio, por um período que dura de dois a três meses.

Porém, quando há um desequilíbrio emocional, ele impacta diretamente no ciclo de vida dos fios (folículos pilosos). Nesses casos, o eflúvio telógeno acontece fora de época, com uma intensidade ainda maior e de forma difusa, aumentando a perda de cabelo, e pode estar associado ao surgimento de falhas no couro cabeludo. 

Ansiedade causa queda de cabelo e essas falhas podem ser causadas por dois tipos de inflamação:

alopecia areata: os fios caem e resulta, mais frequentemente, em falhas circulares sem pelos ou cabelos. Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, essa queda não é permanente, pois a doença não destrói os folículos pilosos, ela apenas os mantêm inativos por um período;

alopecia difusa: os fios caem de forma generalizada, em todo o couro cabeludo. Essa característica faz com que a pessoa demore para perceber a perda capilar e, consequentemente, só comece um tratamento quando já perdeu um volume considerável de fios.

Há ainda a alopecia androgenética feminina (AAF), que se caracteriza pela perda de cabelos com influência genética e hormonal. A AAF causa um processo de miniaturização dos fios de cabelos, que nascem cada vez mais fracos e finos, transformando-se, a médio prazo, em uma penugem. Esta transformação provoca a rarefação capilar, ou seja, a calvície.

Como reverter a queda de cabelo por estresse?

 

O estresse é um conjunto de reações orgânicas e psíquicas que o corpo desenvolve quando recebe determinado estímulo. A pessoa se sente ameaçada ou excitada e fica em estado de alerta. Para entender melhor essa reação biológica, é importante saber qual é o hormônio do estresse: 

cortisol: produzido para, entre outras funções, ajudar a controlar o estresse. Quando produzido em excesso, pode provocar queda de cabelos, perda de massa muscular e aumento de peso, entre outros sintomas;

adrenalina: funciona como um mecanismo de defesa, que age quando o corpo é exposto a alguma situação de forte emoção, como momentos de excitação ou situações de estresse emocional; 

noradrenalina (ou norepinefrina): quando produzida, transmite sinais nervosos que ajudam a regular funções cerebrais. Somada à adrenalina, permite a resposta a situações de estresse, deixando o corpo em estado de alerta.

Quando fatores como o estresse e a ansiedade evoluem a ponto de impactar na queda de cabelo, é importante parar, olhar para dentro de si e buscar implementar novos hábitos que possam colaborar com a saúde na totalidade e, assim, evitar a queda de cabelo por estresse.

Se você acredita que, no seu caso, a ansiedade faz cair o cabelo, uma alternativa é colocar mais nutrientes no organismo, incluindo no cardápio mais alimentos saudáveis, que vão ajudar a fortalecer os fios e, consequentemente, evitar a queda de cabelos. Ou seja, é preciso abastecer o corpo com boas proteínas e antioxidantes naturais (verduras e frutas)

Para evitar que a ansiedade cause queda de cabelo, também é importante dormir bem. A falta de sono impacta em fatores hormonais que se conectam à alopecia e também à piora em lesões inflamatórias da dermatite seborreica (inflamação que causa descamação e vermelhidão em áreas da pele, incluindo o couro cabeludo, que pode ser genética ou ser causada por agentes externos, como alergias, fadiga ou estresse emocional, baixa temperatura, entre outros). A recomendação médica é que um adulto tenha, em média, oito horas de sono. 

Além disso, os exercícios físicos também são recomendados, porque colaboram diretamente com a qualidade de vida. A prática de atividade física libera o hormônio endorfina que, ao causar uma sensação de bem-estar, ajuda a diminuir ou evitar as tensões e estresses cotidianos que podem causar a queda de cabelo. Os exercícios também ajudam você a respirar melhor e, quanto mais oxigenado o corpo, com mais facilidade os nutrientes chegam aos tecidos, órgãos e cabelos.

Qual o melhor shampoo para queda de cabelo?

 

Além dos cuidados com o corpo, a queda de cabelo por estresse e ansiedade também pede uma atenção especial para os fios e o couro cabeludo. Com Capillisil, Alistin e Zinco como princípios ativos, o Shampoo Energizante Antiqueda Amend ajuda a prevenir a queda e controla o excesso de oleosidade, o que é importante para o cabelo crescer saudável. Indicado para cabelos com raiz e fios enfraquecidos, ele tem ação energizante e, por isso, revitaliza e deixa o cabelo mais forte, saudável e brilhante.

Shampoo para queda de cabelo da Amend. Shampoo Energizante Antiqueda Amend

E quem já está tratando a queda de cabelo por estresse e ansiedade pode contar também com a linha Amend Expertise Redensifica & Encorpa, indicada para cabelos finos, sem vida e com pouco volume. Formada por shampoo, sérum e condicionador, a linha conta com o Redensifier Complex, que recupera a condição ótima dos fios. Ou seja, organiza as camadas de cutícula como elas foram geneticamente programadas, o que deixa o cabelo mais encorpado, brilhante e resistente.

produtos Amend Redensifica e Encorpa para dar volume ao cabelo.

Na linha Amend Redensifica & Encorpa, a combinação de peptídeos e aminoácidos biofuncionais aumenta em até 8% o diâmetro dos fios e dá a sensação de aproximadamente 10 mil fios a mais. E, pensando na nutrição dos fios, a linha conta com a tecnologia Interaction 3D, que libera o concentrado de ativos ao longo do dia, durante 24 horas, garantindo uma maior ação progressiva. 

Quer saber mais sobre queda de cabelos e sobre as fases de crescimento dos fios? Deixe suas dúvidas nos comentários.

Veja também

Deixe o seu comentário!